Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 24 de setembro de 2011

Conseqüências do excesso de gordura corporal

0 comentários

O excesso de peso está relacionado com diversos problemas de saúde. Além de causar dores nas articulações, também está relacionado com outras doenças, dentre elas o câncer e a artrite reumatóide.
O tecido adiposo é metabolicamente ativo, produz e causa aumento na produção de hormônios e substâncias inflamatórias. Alguns dos hormônios são benéficos, como a leptina que auxilia na sensação de saciedade. No entanto, quando em excesso, o tecido adiposo passa a fabricar substâncias com potencial inflamatório, como a interleucina-6 e fator de necrose tumoral. Leva também a uma redução da produção de adiponectina, um antiinflamatório. E a leptina que deveria auxiliar na sensação de saciedade, não consegue se ligar a seu receptor no hipotálamo e cumprir sua função.

Essas substâncias maléficas se espalham pelo corpo pela corrente sanguínea, atingem as articulações (joelhos, mãos, dedos) podendo causar artrite reumatóide e atingem células do corpo podendo influenciar no aparecimento de cânceres.

O excesso de ácidos graxos na corrente sanguínea, causado pela má alimentação e o excesso de gordura no corpo, compete com a insulina pelos mesmos receptores celulares. Isso ajuda a acumular açúcar no sangue. Em um mecanismo de compensação, o pâncreas passa a produzir mais insulina, causando resistência a esse hormônio ou mesmo o diabetes tipo II.

O excesso de gordura corporal também aumenta a produção de estrógenos (hormônios femininos) tanto nos homens como nas mulheres. Como consequência, há o aumento de proliferação celular, que pode levar ao aparecimento de tumores como os de mama.

Consulte um nutricionista. Mude seu estilo de vida hoje! Não deixe para depois, seu corpo não pode esperar.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Receita: Biscoito de Aveia

0 comentários
Biscoito de Aveia
Rico em fibras, vitaminas e minerais. É uma ótima pedida para o lanche das crianças também.

Ingredientes
¼ Xíc. Chá de margarina
½ xíc. Chá de açúcar mascavo
01 col. sopa de cacau em pó (opcional)
1 ovo
1 colher de chá de fermento em pó
1 xícara de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de aveia em flocos
1 colher de café de essência de baunilha
Modo de preparo:
Misturar bem os ingredientes até formar uma massa homogênea. Abrir com rolo de macarrão até ficar com uma espessura de 1cm ou fazer bolinhas e amassar com as mãos mesmo. Moldar os biscoitos e arrumar espaçosamente em uma forma untada e polvilhada. Levar e assar em forno médio por 30 minutos.
Valor calórico da porção: 104,83 kcal
Peso da porção: 27g
Medida caseira da porção: 4 biscoitos
Nº de porções: 11

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Como a alimentação pode melhorar o rendimento em concurso público

1 comentários



 Está prevista a criação de mais de 100 mil vagas para o serviço público no próximo ano Notícia. Para a tão sonhada aprovação, o ritmo de estudos é bem pesado. Logo, não podemos nos esquecer do papel fundamental que a alimentação tem sobre nossa saúde mental.

Vou falar um pouco sobre alimentos que podem ajudar os concurseiros a melhorar a memória e a concentração, tanto nos momentos de estudo como durante as provas.

1. Peixes ricos em ômega 3
O ômega 3 presente principalmente na sardinha, na cavala, no atum, no arenque e no salmão protege os neurônio da ação de Radicais Livres, que causam destruição celular. Além disso, essa gordura ajuda na prevenção do Alzheimer.

2. Ovo
É rico em colina, que participa da formação de neurônios é precursor de acetilcolina, neurotransmissor fundamental para a memória.

3. Frutas vermelhas
Morangos, mirtilos, framboesa, ameixa preta...ricos em flavonóides e vitamina C, também protegem os neurônios da ação de radicais livres. Como conseqüência, melhora da memória e do aprendizado.

4. Vegetais
Os verdes escuros brócolis, couve-de-bruxelas, couve, agrião...Ricos em ácido fólico (ou vitamina B9), que participa de reações químicas no cérebro que influenciam o desempenho cognitivo.
Os laranjas cenoura, mamão... são ricos em betacaroteno, um potente antioxidante.

5. Cereais integrais
Primeiramente, por serem ricos em fibras evitam picos de insulina. Situação que pode danificar células do SNC. Além disso, são ricos em magnésio, importante cofator de uma das principais enzimas antioxidantes do corpo.

6. Azeite de oliva e oleaginosas (nozes, castanhas)
Ele é rico em ácidos graxos monoinsaturados, que auxiliam a transmissão de informação entre as células nervosas elas. Além disso, apresenta dois antioxidantes, que exercem efeito neuroprotetor: os polifenóis e a vitamina E ( também encontrados no abacate e nas nozes).


 Já outros alimentos podem favorecer os “brancos” ou “lapsos” de memória, principalmente o açúcar, o álcool e o excesso de gordura e frituras.

O açúcar tem alto índice glicêmico, logo eleva a produção de insulina rapidamente. Isso leva a uma baixa da glicose sanguínea de forma rápida, e favorecendo esses efeitos (“brancos”). Então, consumir doces, chocolates e algumas barras de cereal durante a prova não é interessante.

O álcool causa déficit de memória, atenção e aprendizado e pode levar à morte de neurônios.

As frituras são ricas em acroleína, uma substância altamente tóxica que estimula a morte celular dentre outras conseqüências.

Refeições que antecedem a prova:
Café-da-manhã
Se a prova for pela manhã, inclua alimentos leves no desjejum. Um sanduíche de pão integral com queijo branco, suco ou leite e uma fruta são uma boa pedida.

Almoço
Se a prova for à tarde, além de um desjejum balanceado, temos que pensar bem no que comer no almoço.
Coma carnes magras, a combinação arroz com feijão, legumes e verduras cruas. Caso tenha gases e como você vai ficar algumas horas sentados e isso piorar o problema, você pode abrir mão do feijão nesse dia e evitar alguns vegetais como brócolis e repolho.
Não coma molhos gordos e frituras. Esses alimentos podem causar mal estar intestinal e muito sono.

E o que comer durante a prova??
Dê preferência para alimentos fontes de carboidratos, pois a glicose é o principal combustível para o cérebro. No entanto, acerte no TIPO de carboidratos. Escolha alguma fruta (banana p. ex.) ou biscoitos sem adição de açúcar. E não esqueça a água. Aconselho a não escolher uma fruta laxativa.

Não indico o consumo de chocolates ou outras guloseimas durante a prova pelos motivos que expus acima sobre o açúcar. Ainda mais se o candidato tiver problemas com gases...O açúcar e a lactose presentes nesses produtos podem favorecer essa situação incômoda.

Bons estudos e sucesso a todos meus pacientes e amigos concurseiros!

*Este post foi uma sugestão. Se você tiver alguma, basta fazer um comentário. Obrigada.