Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 24 de setembro de 2011

Conseqüências do excesso de gordura corporal


O excesso de peso está relacionado com diversos problemas de saúde. Além de causar dores nas articulações, também está relacionado com outras doenças, dentre elas o câncer e a artrite reumatóide.
O tecido adiposo é metabolicamente ativo, produz e causa aumento na produção de hormônios e substâncias inflamatórias. Alguns dos hormônios são benéficos, como a leptina que auxilia na sensação de saciedade. No entanto, quando em excesso, o tecido adiposo passa a fabricar substâncias com potencial inflamatório, como a interleucina-6 e fator de necrose tumoral. Leva também a uma redução da produção de adiponectina, um antiinflamatório. E a leptina que deveria auxiliar na sensação de saciedade, não consegue se ligar a seu receptor no hipotálamo e cumprir sua função.

Essas substâncias maléficas se espalham pelo corpo pela corrente sanguínea, atingem as articulações (joelhos, mãos, dedos) podendo causar artrite reumatóide e atingem células do corpo podendo influenciar no aparecimento de cânceres.

O excesso de ácidos graxos na corrente sanguínea, causado pela má alimentação e o excesso de gordura no corpo, compete com a insulina pelos mesmos receptores celulares. Isso ajuda a acumular açúcar no sangue. Em um mecanismo de compensação, o pâncreas passa a produzir mais insulina, causando resistência a esse hormônio ou mesmo o diabetes tipo II.

O excesso de gordura corporal também aumenta a produção de estrógenos (hormônios femininos) tanto nos homens como nas mulheres. Como consequência, há o aumento de proliferação celular, que pode levar ao aparecimento de tumores como os de mama.

Consulte um nutricionista. Mude seu estilo de vida hoje! Não deixe para depois, seu corpo não pode esperar.

0 comentários:

Postar um comentário